terça-feira, 24 de junho de 2008

Com Agulhas E Linhas

Com Agulhas E Linhas

Descobri um site:
Costurando Palavras

Ali você pode encontrar,
de forma invisível,
agulhas e linhas
costurando palavras sensíveis,
abotoando explosões sentimentais

e num veste e reveste
um mar de poemas formam ondas amorosas
que para o nadador inexperiente
pode signficar afogamento por paixões

mas para aqueles que incendeiam a alma com leituras poéticas,
líricos por natureza,
o mergulho certo
é furar altas ondas deste mar
driblando a presença ausente
e fazendo dos moinhos de versos
um café da manhã
um prato do dia
para alimentar o que não tem sido pensado

2 comentários:

Costurando as palavras disse...

Eu devia escrever lindas palavras como agradecimento, um obrigada em várias linhas, entrelinhas, folhas e rascunhos ou talvez fazer um lindo poema, mas essas palavras dizem sobre dizer belezas:

"Sábias agudezas... refinamentos...
- não!
Nada disso encontrarás aqui.
Um poema não é para te distraíres
como com essas imagens mutantes de caleidoscópios.
Um poema não é quando te deténs para apreciar um detalhe
Um poema não é também quando paras no fim,
porque um verdadeiro poema continua sempre...
Um poema que não te ajude a viver e não saiba preparar-te para a morte
não tem sentido: é um pobre chocalho de palavras."

Wolney disse...

Lindo, maravilhoso Débora. Obrigado, thank you very much!

Wolney